A construção civil conta com uma gama de insumos, que são utilizados em diversas atividades, como na fase de fundação, na execução da estrutura ou na etapa de acabamento.

Um desses materiais é o vergalhão, fundamental para a utilização do concreto armado, que compreende colunas e pilares. Afinal, as colunas em uma obra são cruciais para a segurança do local.

São as colunas que sustentam o peso das paredes e tetos. Ou seja: nenhum imóvel fica de pé sem elas. Dito isso,  quais são os tipos de vergalhão e como eles interagem com o concreto? Falaremos sobre isso e muito mais.

Quer saber o final dessa história? Continua a leitura até o final!

O que são vergalhões?

Vergalhões são barras de aço, nervuradas ou lisas e em diversas espessuras. Também chamado de barra de aço ou viga metálica, o vergalhão de aço oferece suporte a paredes e coluna e é utilizado para reforçar estruturas de concreto. Bons exemplos são calçadas, pilares, vigas, lajes e fundações.

Em sua maioria, o vergalhão é fabricado com nervuras que auxiliam na aderência do concreto e geram um vínculo forte que previne rachaduras. Mas  também pode ser liso, tornando-o mais maleável.

A viga metálica também pode ser utilizada como barra longitudinal ou dobrada, de acordo com a necessidade da obra.

Quantidade e qualidade

Sendo tão utilizado na construção civil, o vergalhão é comprado em grande quantidade. Assim, para que não haja desperdício de material ou dinheiro, é importante ter as especificações dos projetos da construção.

Seguindo o projeto, não existe risco de falta de encaixe da viga na estrutura, o que impossibilitaria seu uso e resultaria em atraso no cronograma. Além disso, é necessário se atentar à qualidade do material utilizado em sua obra.

Uma viga metálica de qualidade inferior pode apresentar diversos riscos à sua obra, tanto financeiros quanto físicos. As estruturas erguidas com materiais frágeis ou de qualidade duvidosa possuem chances de desabamento.

Classes de vergalhões e suas aplicações

De acordo com a NBR 7480, os vergalhões deverão ser comercializados e divididos em três classes: CA-25, CA-50 e CA-60.

As classes são determinadas por características mecânicas, se diferenciando em relação a resistência à tração e ao escoamento.

  • VERGALHÃO CA-25
    É composto por um aço mais flexível do que os demais. Dessa forma, é pouco utilizado na construção civil, sendo mais empregado em casos nos quais o uso da barra nervurada é dispensada.

    Um exemplo desse caso é a indústria de pré-moldados, especificamente na realização de alças, para o içamento de determinadas peças.

  • VERGALHÃO CA-60
    Conhecido por ser altamente resistente, o aço da classe CA-60 é útil tanto para estribos, telas e treliças quanto para pisos e armaduras de lajes. Além disso, possui a leveza como característica.

  • VERGALHÃO CA-50
    É o mais usado na construção civil. Suporta alta concentração de carga, é flexível e ainda consegue aderir ao concreto com facilidade, devido a sua estrutura nervurada.

Armazenamento

Agora que você já conhece o vergalhão de aço e suas aplicações, é preciso compreender qual a melhor maneira de armazená-lo.

Assim, para que sua estrutura não sofra danos, é importante que o material seja armazenado em locais adequados. Esses locais não podem ser úmidos  e nem terem contato direto com o solo.

Além disso, é necessário saber que a ferrugem superficial é comum e não oferece riscos ao vergalhão.

Restaram dúvidas? Entre em contato ​conosco, afinal nossa equipe está sempre pronta para te atender. Conheça este e outros de nossos serviços, e solicite seu orçamento aqui na Tuboaços da Amazônia.

Consulte-nos pelo WhatsApp (92) 99987-3000. Ou nos chame nas redes sociais: @tuboacos

Últimas do blog

Tuboaços no Instagram